Home Edições RCL 41 _ Design Teoria Do Design como escultura social: Nova Associação nos Desígnios do Design

RCL 41 _ Design

Do Design como escultura social: Nova Associação nos Desígnios do Design

A questão do design, encarada como organização da economia politica, é o tema daquilo que Bernard Stiegler, operando um conceito de Gilbert Simondon, designa como «meios as-sociados». Se, como o autor mostrou em Mécréance et discrédit 3. L’esprit perdu du capitalisme, todo o objecto do desejo é um objecto de vício, uma vez que o vício é uma dependência e o desejo depende do seu objecto, existem formas de vício que destroem o sujeito desejante bem como o objecto desejado: assim é a passagem para o consumo pulsional, ou compulsivo, tal como foi engendrado pela divisão industrial do trabalho e dos papéis sociais — esta releva daquilo que é designado como «meios dis-sociados».

O desafio actual do design é mudar de sistema industrial para inventar uma nova forma de economia libidinal industrial.

Navegação

Contacte-nos

icon-addressRevista de Comunicação e Linguagens
Centro de Estudos de Comunicação e Linguagens
Av. de Berna, 26-C, 5.º andar, sala 506
1069-061 Lisboa PORTUGAL

icon-phone(+351) 21 795 08 91

icon-fax(+351) 21 795 08 91

icon-emailEste endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.