Home Edições RCL 39 _ Fotografia(s) Contaminações A morte e a retina: Ficções optográficas no «fim‐de‐século» francês

RCL 39 _ Fotografia(s)

A morte e a retina: Ficções optográficas no «fim‐de‐século» francês

Nas últimas décadas do século XIX, três escritores franceses recorreram ao topos científico do optograma como conceito nuclear para as suas narrativas sobre morte e revelação. Villiers de l’Isle-Adam termina o seu conto filosófico fantástico «Claire Lenoir» (1867-1887) com um assassínio selvagem que é inscrito no olho da protagonista que dá nome à história, e tanto o pouco conhecido conto policial «L’Accusateur» (1897), de Jules Claretie, quanto a aventura de ficção científica de Jules Vernes <em>Les frères Kip</em> (1902) imaginam um crime a ser solucionado por uma fotografia inscrita no olho da vítima – que funciona como uma câmara fotográfica que revela a «foto-grafia» química no olho. Ao combinar as descobertas no campo da óptica de cientistas como Willy Kuhn e Franz Boll com a obsessão do «fim-de-século» com o limiar entre a vida e a morte, Villiers, Verne, e Claretie exploram as implicações epistemológicas da fotografia corpórea. Como pode a luz exterior combinar-se com o corpo humano para criar uma imagem que pode ser revelada? O que pode essa imagem dizer-nos acerca da realidade? Que confiança podemos depositar na nossa matéria corporal enquanto testemunha do mundo visível?

Neste ensaio, são explorados os efeitos figurativos e filosóficos da imagem retiniana nas ficções de Villiers, Verne, e Claretie na sua relação com a fotografia. A tese central é a de que as características que na época contemporânea são associadas à fotografia – o potencial mimético, a manipulabilidade, o limar entre vida e morte – estavam já inscritas, no «fim-de-século» francês, na anatomia do olho humano, o que desemboca num questionamento radical das fronteiras entre a objectividade e a subjectividade, entre a observação física e a «visão» fantástica».

Navegação

Contacte-nos

icon-addressRevista de Comunicação e Linguagens
Centro de Estudos de Comunicação e Linguagens
Av. de Berna, 26-C, 5.º andar, sala 506
1069-061 Lisboa PORTUGAL

icon-phone(+351) 21 795 08 91

icon-fax(+351) 21 795 08 91

icon-emailEste endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.