Home Edições RCL 38 _ Mediação dos Saberes Ciência e Mediações: Ética, Direito, Política

RCL 38 _ Mediação dos Saberes

Ciência e Mediações: Ética, Direito, Política

A Eutanásia em Debate: Entre o Direito e a Moral

Neste artigo descreve-se o actual contexto social e biomédico relativamente à morte das pessoas afectadas por uma doença terminal que expressam o seu desejo livre e informado de morrer, de forma a suprimirem um sofrimento insuportável e a sua perda de dignidade. Esta vontade deve ser tida em conta em sociedades democráticas onde estejam devidamente delimitadas as diferenças entre Direito e Moral. Defendemos que não existe um direito fundamental a morrer, podendo contudo justificar-se a despenalização da ajuda ao suicídio assistido, desde que com as necessárias garantias legais.

Não se nasce Mãe

Tomando como ponto de partida o debate sobre o aborto em Portugal 2007, este artigo analisa o uso retórico do discurso sobre a «vida do feto» por movimentos «pró-vida». Usando o trabalho feminista, nomeadamente no campo de estudos de ciência e tecnologia, pretendeu mostrar-se as contradições da sua apropriação para defesa dos valores tradicionais da família, do género e da naturalidade da reprodução dentro deste quadro. De facto, uma vez que este discurso só se tornou possível após a introdução das tecnologias de visualização que penetram o corpo da mulher grávida para mostrar o novo signo cultural que é o feto-cyborg, convive mal com toda a panóplia de novas tecnologias de reprodução hoje existentes e só se mantém quando consegue ocultar o questionamento do natural/artificial para que remetem estas tecnologias. Para mostrar como o debate sobre o aborto não se pode hoje fazer sem considerar o contexto das tecnociências, apresentam-se algumas abordagens conflituais que focam os problemas da liberdade de escolha e do controlo sobre o corpo, em particular no caso da concepção e da reprodução.

O Novo Ethos Científico e a Biotecnologia

A partir dos anos 1980, assistimos à intensificação da ligação entre a ciência, o mundo industrial e as opções económicas e políticas. No centro deste processo, encontram-se as alterações nos modos de produção dos conhecimentos, na natureza das suas instituições, nas epistemologias e na sua relação com o mundo. A relação moderna entre o conhecimento científico e a esfera industrial foi revolvida e, mais do que estar ao serviço da tecnologia e da indústria, a ciência encontra-se hoje determinada por elas. É nesta afinidade electiva que se revela a mudança dos saberes, em laboratórios universitários e de outras organizações. Na sequência da transformação da ciência em organização burocrática de grande escala apostada na esfera da produção, durante e após a Segunda Guerra Mundial, entra em cena a nova tecnociência empresarializada. No presente texto, são apresentadas algumas das modificações no modo de produção das ciências, com base no exemplo emblemático das novas biotecnologias, simultaneamente indicadoras e promotoras do novo ethos científico.

Ética, Ciência e Tecnologia

A opção intelectual tomada na Renascença pela experimentação em vez da contemplação, pela imanência em vez da transcendência, teve profundas implicações no pensamento europeu. A mais importante consequência terá sido a separação que então se verificou entre Ciência e Filosofia, que desde a Antiguidade andavam associadas. A necessidade duma Ética exigente que oriente a utilização das Novas Tecnologias torna-se cada vez mais premente; basta invocar as questões Ecológicas (lixos, incluindo o nuclear), as de Segurança (Energia Nuclear), as Biológicas (Biotecnologias, Controlo de Nascimentos), as de Comunicação (Manipulação das Pessoas/Massas) e tantas outras. A nossa cultura ocidental tem respostas aos graves problemas do tempo presente; basta recuperarmos o respeito perdido pelo Absoluto transcendente.

Navegação

Contacte-nos

icon-addressRevista de Comunicação e Linguagens
Centro de Estudos de Comunicação e Linguagens
Av. de Berna, 26-C, 5.º andar, sala 506
1069-061 Lisboa PORTUGAL

icon-phone(+351) 21 795 08 91

icon-fax(+351) 21 795 08 91

icon-emailEste endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.