Home Edições RCL 38 _ Mediação dos Saberes Questionamentos da Mediação Utilizador de Informação Científico-Tecnológica: Uma Redefinição

RCL 38 _ Mediação dos Saberes

Utilizador de Informação Científico-Tecnológica: Uma Redefinição

Neste texto propomos pensar a comunicação pública da ciência, inserindo-a numa tríade composta pelos seus públicos, pelo sentido de responsabilidade social expresso na comunicação e pelo entendimento de risco que é privilegiado. Esta leitura tripla foi sugerida pela análise à comunicação da ciência observada em três (de um total de treze) Laboratórios de Estado Portugueses, dois do sector agrícola e pescas e o terceiro na área da genética. Partindo de uma interpretação da missão destes organismos, é possível prever a existência, nestes Laboratórios, de um público com características cognitivas próprias e que assume um lugar específico na relação de comunicação. A este público demos o nome de stakeholder, um conceito da gestão organizacional que traduz eficazmente a ideia de públicos que condicionam a actividade de investigação científica e que, por isso mesmo, estabelecem uma relação específica com essas instituições de investigação científica. Assim, procuraremos definir o sentido de público stakeholder, evidenciar o modelo de comunicação que se estabelece com estes e perspectivar as noções de responsabilidade social e de risco, que se tornam predominantes.

Navegação

Contacte-nos

icon-addressRevista de Comunicação e Linguagens
Centro de Estudos de Comunicação e Linguagens
Av. de Berna, 26-C, 5.º andar, sala 506
1069-061 Lisboa PORTUGAL

icon-phone(+351) 21 795 08 91

icon-fax(+351) 21 795 08 91

icon-emailEste endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.