Home Edições RCL 32 _ Ficções Ensaios Crítica de uma certa ficcionalização do controlo

RCL 32 _ Ficções

Crítica de uma certa ficcionalização do controlo

Periodicamente, a vigilância emerge com uma intensidade dramática enquanto categoria da cultura contemporânea. Os diagnósticos já canónicos de Foucault e Deleuze, segundo os quais teríamos passado da «soberania ao «panóptico», e daí para o «controlo», pressupõem um certo evolucionismo, com dispositivos cada vez mais generalizados e disseminados de dominação. A ficção, em particular o cinema, não é alheia nem a esta tendência nem ao respectivo diagnóstico: mostrando repetidamente cenários de uma conexão técnica total, permite-nos contudo perceber, apesar desse evolucionismo latente, a importância da categoria da «biopolítica» na compreensão e crítica da técnica contemporânea.

Navegação

Contacte-nos

icon-addressRevista de Comunicação e Linguagens
Centro de Estudos de Comunicação e Linguagens
Av. de Berna, 26-C, 5.º andar, sala 506
1069-061 Lisboa PORTUGAL

icon-phone(+351) 21 795 08 91

icon-fax(+351) 21 795 08 91

icon-emailEste endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.